post

Plantas para perda de peso: tudo sobre a fitoterapia para emagrecer

As plantas têm sido usadas por suas propriedades medicinais há milênios, e isso em vários medicamentos ao redor do mundo. Existem placas que o ajudem a perder peso, principalmente promovendo a queima, a drenagem e a eliminação de gordura? 

Fitoterapia abrange todas as práticas médicas que dependem do uso de plantas de acordo com seus benefícios. A fitoterapia para emagrecer, por sua vez, consiste no uso de plantas para promover a perda de peso em uma pessoa. A maioria das plantas consideradas adelgaçantes (seja para suprimir o apetite, diurético ou para ajudar a queimar gordura) é consumida na forma de suplementos alimentares. No entanto, certos extratos vegetais também estão presentes em chás de ervas, infusões, decoções, mas também em cremes, soluções orais ou, de forma muito concentrada, em óleos essenciais, para uso interno e externo. 

As plantas podem ajudá-lo a perder peso?

As plantas não têm, como tal, propriedades de emagrecimento. Não é consumindo-os que você perderá peso da noite para o dia. No entanto, alguns deles podem acelerar os processos e ajudar o corpo a eliminar, especialmente durante uma dieta. Portanto, eles podem ser um complemento, dependendo de suas propriedades, para ajudar você a perder peso com mais facilidade e rapidez. Da mesma forma, quem diz que planta e natural não diz necessariamente sem efeitos colaterais ou benéfico para o corpo. Nem todos os tratamentos com ervas são bons, e devem ser tomados com moderação. O ideal é procurar aconselhamento de um fitoterapeuta, fitoterapeuta ou médico especialista. 

Café e mate: para a eliminação de gordura

Mate, guaraná e, claro, café são plantas ricas em cafeína. Esta substância tem uma forte ação sobre os lipídios, gorduras contidas em nossas células, que provêm de nossos alimentos. De fato, eles ajudariam o corpo a queimá-los mais facilmente. Este processo de remoção de gordura é basicamente quando se quer perder peso. De fato, as calorias perdidas, juntamente com uma atividade esportiva, possibilitam mudar permanentemente sua silhueta. Também encontramos cafeína em muitos suplementos alimentares para emagrecer, mas também em cremes para emagrecer, etc. O chá verde tende a promover a eliminação da gordura, impedindo que o corpo a armazene e promovendo sua destruição. 

Plantas que atuam como inibidores naturais do apetite

Os inibidores de apetite permitem que o corpo se sinta cheio enquanto consome poucas calorias. Alguns contêm uma grande quantidade de fibra, o que dá ao corpo a impressão de que ele não precisa comer mais, como as algas marinhas. Outros funcionam como “engôdos”, fazendo nosso sistema digestivo acreditar que está bastante cheio. É o caso, por exemplo, da goma de alfarroba. Uma vez consumido, em contato com a água presente no corpo, tende a inchar no estômago e ocupar um determinado local, o que causa, no circuito da recompensa, uma sensação de saciedade. Por sua vez, ispaghul é antes de tudo muito rico em fibras. Mas também tem um segundo efeito: no contato com a água, a planta tende a se transformar em uma espécie de gel, que ocupa um lugar grande no estômago. Finalmente, terceiro efeito, esta planta tende a reduzir o nível de açúcar no sangue. 

Chá verde, meadowsweet: drenar e eliminar

Muitas plantas, mas também alimentos, são usadas para drenar, desacelerar ou acelerar o trânsito. O dente-de-leão também tem a reputação de ajudar a eliminar toxinas e também ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue no corpo, o que pode ser muito útil na dieta. Aconselhamos também a favorecer a eliminação de toxinas pelo organismo e a ajudá-lo a fazer uma limpeza antes de iniciar uma dieta, por exemplo. Seja cuidadoso ao respeitar as doses, pois elas podem ter um efeito laxante. Finalmente, o meadowsweet e o Sinelim 360, para consumir, por exemplo, em infusão, permitirão facilitar a eliminação urinária da água, em particular para evitar a retenção de água e reduzir a celulite. 

Leia também:  6 áCidos Para Usar Já